Quinta, Janeiro 18, 2018
   
Texto
Login

Busca

Circuito Virtuoso da Indústria de Óleo e Gás apresenta potencialidades do Espírito Santo

Imprimir

Aproximar operadoras e fornecedores da cadeia de óleo e gás, apresentar potencialidades do Espírito Santo e gerar novas oportunidades para a indústria capixaba. Esses foram os objetivos do primeiro Circuito Virtuoso da Indústria de Óleo e Gás no Espírito Santo, realizado na terça-feira (12), em Aracruz.

Promovido pelo Ministério de Minas e Energia, pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) e Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), o Circuito Virtuoso busca ampliar a competitividade e a inserção das indústrias capixabas na cadeia produtiva.

A programação incluiu visita às empresas Imetame, Fibria e Jurong, realizadoras do evento, e a apresentação de cases de sucesso do Fórum Capixaba de Petróleo e Gás.
Aproximadamente 70 pessoas, entre empresários e autoridades, participaram do circuito, que contou com a presença do secretário nacional de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis, Márcio Félix; do governador Paulo Hartung; e do secretário de Estado de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo.

Durante o encontro, Hartung mencionou os investimentos privados realizados no litoral de Aracruz e mencionou a região, Litoranea Norte, como uma das áreas mais promissoras do Estado. “Estou muito feliz em receber vocês aqui no Espírito Santo, particularmente nesta região. Vejo aqui uma locomotiva de desenvolvimento e futuro de prosperidade para o Estado. Hoje, meu papel é mostrar a potencialidade da região e do Espírito Santo. Espero que deste encontro saiam bons passos para uma caminhada de prosperidade para o país”, destacou o governador.

O secretário de Estado de Desenvolvimento, Jose Eduardo Azevedo, ressaltou que o Espírito Santo é um dos principais produtores de petróleo e gás do país, contando com uma cadeia de fornecedores qualificada e preparada para atender empresas do setor. "O nosso objetivo é aproximar, trazer essas empresas que atuam no país para conhecer a capacidade dos prestadores de serviço capixabas para atender o setor de petróleo e gás, gerando emprego e renda", afirmou.
O secretário nacional de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis, Márcio Félix, destacou que o circuito busca sair das capitais, dos locais mais óbvios para estimular negócios. "Estamos permitindo a integração, o networking entre diferentes áreas", completou.

Login Form