Terça, Novembro 21, 2017
   
Texto
Login

Busca

Governo entrega primeira barragem e inicia duas novas obras

Imprimir

O Programa Estadual de Construção de Barragens – uma das ações do Governo em enfretamento à crise hídrica – entregou, nesta quinta-feira (20), a primeira obra concluída: a Barragem Liberdade em Marilândia. Além disso, outro passo importante foi dado para a ampliação da reservação hídrica do Estado com a assinatura da ordem de serviço para a construção de dois novos reservatórios em Sooretama: Pasto Novo e Cupido.

A solenidade de ordens de serviço, em Sooretama, foi realizada na manhã desta quinta-feira do distrito de Juncado. E a inauguração da Barragem Liberdade ocorreu na comunidade Santo Hilário, em Marilândia.

Participaram dos atos o vice-governador César Colnago, o secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto, além de lideranças locais.

A Barragem Liberdade, no município de Marilândia, é a primeira obra concluída no Programa Estadual de Construção de Barragens. Com capacidade de armazenar 90 milhões de litros de água, consegue abastecer a população de 11 mil habitantes por aproximadamente 140 dias. O reservatório teve investimento de R$ 687 mil.

Já em Sooretama, a Barragem Cupido terá capacidade para armazenar 209 milhões de litros de água. A Barragem Pasto Novo poderá reservar 332 milhões de litros de água. Ambas ficarão na localidade de Juncado. O prazo para conclusão das obras é de 180 dias. O investimento será de mais de R$ 2,1 milhões. 

Segundo Colnago, a água se tornou uma das prioridades do governo. "A água se tornou prioridade absoluta e o Governo do Estado tem investido para combater a crise hídrica em várias frentes, tanto na construção de barragens para reservação, quanto em saneamento e recuperação de nascentes por meio do reflorestamento.  Mas nada disso seria possível sem a parceria fundamental da sociedade, como dos proprietários rurais que doaram terrenos para a construção das barragens".

O secretário da Agricultura, Octaciano Neto, afirmou que a construção de barragens e o uso consciente da água vão minimizar os efeitos da  seca em futuros períodos de estiagem. "Se tem uma única coisa boa a respeito da crise hídrica, é o seu papel pedagógico. A crise tem nos ensinado a sermos mais eficientes e conscientes a respeito dos recursos hídricos, além de fazer investimentos na preservação e reservação de água. Estamos dando início a duas obras em Sooretama, das barragens Cupido e Pasto Novo, e inaugurando a Barragem Liberdade, em Marilândia, que tem todo um simbolismo por ser a primeira barragem a ficar pronta, dentro do nosso programa estadual. A Barragem Liberdade, além de ser um cartão postal da cidade, será muito importante para a região".

Morador de Marilândia, Hélio Falqueto, que ficou conhecido como o fiscal da obra da Barragem Liberdade por morar ao lado dela, disse que o reservatório é um sonho para região. "Nós éramos alguns dos donos da área doada para a construção da barragem, mas a água é de todo mundo, não é só nossa. A barragem vai atender a população que precisa de água, pois sem ela, ninguém vive."

Já o produtor rural Luiz Menezes, que planta café e pimenta em Sooretama, contou que a localidade sofre em períodos de estiagem. "Essa obra do governo é fundamental para nós".

Programa Estadual de Construção de Barragens

O Programa Estadual de Construção de Barragens prevê investimentos de R$ 60 milhões, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), para a implantação de 60 reservatórios de água no interior do Estado até 2018. Do total, 34 serão de usos múltiplos de médio porte no interior do Estado e outras 26 barragens de uso coletivo em assentamentos de trabalhadores rurais capixabas no Norte do Espírito Santo.

Estima-se que com a implantação das 60 barragens sejam armazenados 67,2 bilhões de litros de água: o suficiente para abastecer 1,2 milhão de pessoas durante um ano, ou irrigar 22 mil hectares de café.

A Barragem Liberdade, em Marilândia, foi primeira a ter a obra concluída dentro do Programa. Outros cinco reservatórios estão em construção: a Barragem Floresta, em Pancas; duas barragens no assentamento Bela Vista, em Montanha; uma barragem no assentamento 13 de Maio e uma no assentamento 3 Pontões, ambas em Nova Venécia. A previsão é que sejam concluídas no primeiro semestre deste ano.

Além de Cupido e Pasto Novo, em Sooretama, receberam no início deste mês ordem para início das obras de outras três barragens: Alto Santa Júlia e Santa Julia (São Roque do Canaã), e Graça Aranha (Colatina).

Também estão sendo executadas as obras de conclusão da barragem de Pinheiros-Boa Esperança, que será a maior do Espírito Santo, com cerca de 270 hectares de área alagada, em uma extensão de aproximadamente 10 quilômetros. A capacidade de armazenamento da barragem será de 17 bilhões de litros de água, quantidade suficiente para abastecer uma população de 310 mil habitantes por um período de um ano.

Login Form